Portos e Terminais
Segurança na Navegação - Terminal Miramar
 

› Terminal de Miramar


a) Estabelecimento do calado

No Terminal de Miramar o calado máximo recomendado será limitado, a exemplo do Porto de Belém, também pela Barra do Tapanã, onde se prumam 7,92m na preamar e 5,0m na baixa-mar.

A profundidade no canal de acesso ao terminal é de 5,10m (16,7 pés) na baixa-mar de sizígia.

O Calado para o fundeadouro de Icoaraci é de 10,67m (35,0 pés).

O Calado para os fundeadouros de Val-de-Cães e Minas Gerais é de 7,92m (26,0 pés).

O Terminal possui dois píeres, sendo o píer 100 ao Norte e o píer 200 ao Sul, onde as profundidades médias nos berços sem acréscimo de maré são:

- Berço 101:                         Prof.= 7,92m;

- Berço 102:                         Prof.= 2,50m;

- Berço 103:                         Prof.= (não operacional);

- Berço 201:                         Prof.= 7,92m;

- Berço 202:                         Prof.= (não operacional);

- Berço 203:                         Prof.= 1,75m.

Deve haver consulta permanente à Autoridade Portuária quanto às atuais profundidades.

 

b) Canal de Acesso

A principal entrada fluvial ao terminal de Miramar é o canal Oriental ou da Cidade, com largura média da ordem de 100m e 5,10m de profundidade. A bacia de evolução está localizada em frente ao terminal, possuindo 950m de comprimento por 450m de largura.

 

c) Velocidade no Canal de Acesso

A velocidade, no fundo, no canal de acesso não deverá ser superior a 8 nós. Na aproximação para atracação deverá ser utilizada a velocidade de 4 nós.

 

d) Comprimento máximo do navio

O comprimento máximo é limitado em 140m no píer 100 e no píer 200 é 210m. O porte bruto máximo dos navios no píer 100 é de 15.000 TPB e no píer 200 é de 30.000 TPB.

 

e) Boca do navio

A boca dos navios atracados no terminal não é limitada. Entretanto, não é permitida a atracação de navios e de mais de uma balsa a contrabordo de navio atracado no terminal.

 

f) Manobras recomendadas

- Nos berços 101 ou 201 as atracações de navios demandando o terminal devem investir com a maré a montante, girar na bacia de evolução, e atracar somente por BE, largando o ferro de BB;

- No berço 102 as atracações de embarcações deverão ser realizadas somente por BE com corrente de vazante, podendo ocorrer a partir do período de correnteza mais fraca duas horas antes das preamares.

- No berço 203 as atracações de embarcações deverão ser realizadas somente por BB com corrente de enchente, preferencialmente, no período de correnteza mais fraca duas horas antes das preamares.

- Nas atracações de navios deverão ser utilizadas 02(duas) lanchasapropriadas, dotadas de VHF para alar as espias.

- Em quaisquer casos, deverão ser observadas as condições reinantes de vento;

 

g) Carta de Navegação

O porto e seus acessos constam das cartas DHN-316 e 320, devendo ser consultado o roteiro, capítulo V da NPCP, bem como observadas as informações divulgadas nos Avisos aos Navegantes.

 

h) Fundeadouros

Áreas de fundeio estabelecidas nas Normas e Procedimentos da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – NPCP/2006, constante na Carta Náutica nº 320:

 

I ) Fundeadouro nº 1 – Para navios em reparo, manutenção ou aguardando ordens.

 

a) LAT 01°23,75'S LONG 048°31,25'W;

b) LAT 01°23,75'S LONG 048°31,00' W;

c) LAT 01°24,50'S LONG 048°31,00' W;

d) LAT 01°24,50'S LONG 048°31,25'W.

 

II) Fundeadouro nº 2 – Para navios de Guerra ou mercantes autorizados pelo representante da Autoridade Marítima.

 

III) Fundeadouro nº 3 – Para navios aguardando atracação ou em operação de carga ou descarga. Foram estabelecidas duas áreas:

 

Área 3 A

a) LAT 01°23,75'S LONG 048°30,50'W;

b) LAT 01°23,75'S LONG 048°30,25'W;

c) LAT 01°23,50'S LONG 048°30,25'W;

d) LAT 01°23,50'S LONG 048°30,00'W;

e) LAT 01°24,25'S LONG 048°30,00'W;

f) LAT 01°24,25'S LONG 048°30,25'W;

g) LAT 01°24,50'S LONG 048°30,25'W;

h) LAT 01°24,50'S LONG 048°30,50'W.

 

Área 3 B

a) LAT 01°26,10'S LONG 048°31,70'W;

b) LAT 01°26,10'S LONG 048°31,40'W;

c) LAT 01°27,00'S LONG 048°31,50'W;

d) LAT 01°27,00'S LONG 048°31,80'W.

 

IV) Fundeadouro nº 4 – Área de quarentena

a) LAT 01°25,00' S LONG 048°31,40' W;

b) LAT 01°25,00' S LONG 048°31,20' W;

c) LAT 01°25,85' S LONG 048°31,30' W;

d) LAT 01°25,85' S LONG 048°31,50' W.

 

 

i) Balizamento

Manutenção da sinalização náutica do balizamento do canal de acesso e bacia de evolução do terminal sob a responsabilidade da Companhia Docas do Pará-CDP.

 

Sinal: NRORD: 236;           Bóia de Luz: PORTO DE BELÉM N°01;

LAT:      01° 24.57' S          Lp. E;

LONG:  48° 29.85' W          3s

     E. 0,3 – Ecl. 2,7

 

- Sinais náuticos estão contidos na Lista de Faróis - Costa Norte e Carta Náutica nº 320 da DHN.

 

j) Serviços de rebocadores

O Terminal dispõe do serviço de um rebocador, oferecido pela empresa Wilson Sons, sendo que o mesmo deve ser agendado com antecedência de 3 (três) horas. Os contatos da prestadora de serviço estão disponibilizados no link www.cdp.com.br/uteis-portos-da-cdp.

 

k) Informações complementares sobre Hidrografia e Meteorologia

A região é sujeita a marés semidiurnas com influência de vento e chuvas, originando amplitudes máximas da ordem de 3,7m e correntes da ordem de 3,5 nós, que perduram por até duas horas após o clímax das marés.

Os ventos são, em geral, moderados e a visibilidade boa, exceto por ocasião dos aguaceiros equatoriais que podem ser precedidos de fortes ventanias e causam queda acentuada de visibilidade.

 

l) Dimensões do Terminal

O Terminal de Miramar possui dois píeres operacionais configurando em formato de "T", com uma ponte de acesso para cada uma das plataformas de acostagem, sendo executada toda em concreto armado apresentando em sua infraestrutura, estacas de concreto armado pré-moldadas, conforme descrição abaixo:

 

a.1) PIER 100:

 

- Ponte de Acesso:

 C = 123,0 m ; L = 6,0 m;

- Platafor ma de Acostagem:

 C = 77,5 m ; L = 23,5 m;

- Número de Dolfins Amarração = 2

 C = 5,0 m ; L = 5,0 m;

 

 

a.2) PIER 200:

 

- Plataforma de acostagem:

 C = 40,0 m ; L = 15,0 m;

- Plataforma apoio (central):

 C = 15,0 m ; L = 5,20 m;

- Ponte de Acesso:

 C = 180,0 m ; L = 4,00 m;

- Número de Dolfins Amarração = 2

 C = 11,0 m ; L = 12,0 m;

 

- Número de Dolfins Atracação = 2:

 C = 11,0 m ; L = 12,0 m;

- Duas Plataformas apoio (lateral):

 C = 7,30 m ; L = 4,50 m;

- Duas Pontes de Acesso (lateral):

 C = 18,50 m ; L = 4,50 m;